POESÍA a rodos Textos em prosa em português (literários e não literarios) Vídeos com histórias

segunda-feira, 9 de junho de 2014

A definição do amor (Jorge Reis-Sá)

É mar de amor, menina - Fotografia de Amanda Oliveira


dantes escrevia poemas de amor. para viver com o amor nos poemas, sempre. depois disseram-me que já toda a gente o fez, que nada mais havia a escrever sobre o amor. que o amor já estava em demasiados poemas. eu aceitei o conselho e passei a escrever poemas de morte. escrevi muitos poemas sobre o meu pai, até ao dia em que percebi que a morte é sinónimo de amor, como tudo é sinónimo do amor. e voltei a escrever o que nada havia a dizer. porque até o poema é sinónimo de amor.


 'A definição do amor', Jorge Reis-Sá, em 'biologia do homem'



(Lido aqui: Inverno em Lisboa)