POESÍA a rodos Textos em prosa em português (literários e não literarios) Vídeos com histórias

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Uns versos de Sá de Miranda




A António Pereira, Senhor de Basto,
quando se partiu para a Corte co’a casa toda

(...)

Não me temo de Castela,
Donde inda guerra não soa,
Mas temo-me de Lisboa
Que, ao cheiro desta canela,
o reino nos despovoa.
(...)

Sá de Miranda


Francisco de Sá de Miranda (1481-1558)