POESÍA a rodos Textos em prosa em português (literários e não literarios) Vídeos com histórias

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A literatura para Antero de Quental



A literatura, porque se dirige ao coração, à inteligência, à imaginação e até aos sentidos, toma o homem por todos os lados; toca por isso em todos os interesses, todas as ideias, todos os sentimentos; influi no indivíduo como na sociedade, na família como na praça pública; dispõe os espíritos; determina certas correntes de opinião; combate ou abre caminho a certas tendências; e não é muito dizer que é ela quem prepara o berço aonde se há de receber esse misterioso filho do tempo - o futuro.

Antero de Quental, em Prosas de Coimbra



Antero de Quental (Ponta Delgada, 1842 — Ponta Delgada, 1891) foi um escritor e poeta português que teve um papel importante no movimento da Geração de 70.



Citação lida em Ao longe os barcos de flores